Como Fazer Uma Lista de Materiais Para Obra Que Funciona

Se você é um leitor do blog do VEJA OBRA, então sabe que o planejamento da obra é uma das etapas mais importantes para garantir o sucesso do projeto, e isso inclui também a lista de materiais. 

É importante saber quais os itens que serão utilizados na obra ou reforma tanto para estimar os custos de forma assertiva, quanto para negociar preços mais atrativos com os fornecedores. Nesse sentido, qualquer item esquecido ou comprado com urgência pode acabar custando caro! 

A seguir você confere as melhores dicas para fazer uma lista de obras eficiente e evitar imprevistos na hora da execução. Boa leitura! 

Por que você precisa da lista de materiais para obra? 

Alguns dos grandes problemas que comprometem a produtividade do setor da construção civil é a falta de planejamento na hora de criar a lista de materiais, o uso inadequado dos recursos, e a falta de controle sobre o uso dos materiais. Tudo isso gera desperdícios e consequentemente custos extras na obra. 

Por isso, antes de iniciar uma obra ou reforma é preciso organizar uma série de variáveis para garantir que a etapa de execução sairá conforme aquilo que foi planejado. Essas variáveis incluem o planejamento das etapas e atividades da obra, a definição de prazos, a mão de obra necessária, uma estimativa dos custos, e claro, a lista de materiais necessários. 

Quando bem executada, uma lista de materiais pode trazer diversos benefícios, como por exemplo: 

  1. Evita esquecimentos 

  2. Reduz o desperdício

  3. Favorece a negociação de preços com fornecedores

  4. Auxilia no controle das quantidades dos materiais utilizados em cada uma das etapas de obra

  5. Garante que a obra será entregue dentro do orçamento estipulado 

  6. Ajuda a identificar os itens que consomem maior parte do orçamento 

No entanto, para obter todos esses benefícios, é importante que a sua lista de materiais seja executada dentro da realidade da obra, sempre considerando as expectativas do cliente e o objetivo final da construção. Confira algumas dicas que podem te ajudar nessa etapa! 

1) Divida a lista por etapa da obra 

Uma boa dica para evitar o esquecimento de qualquer item, é categorizar a lista de materiais de acordo com cada uma das etapas da obra, dividindo-a em pequenas listas. Isso ajuda não só a identificar todos os itens necessários, mas também ajuda no planejamento de compras. 

Você certamente não irá precisar de todos os itens ao mesmo tempo no canteiro de obras, mas saber quais itens serão utilizados em cada etapa ajuda a evitar atrasos e desvios de rota. 

Por exemplo: na etapa de estrutura, serão necessários materiais básicos de obra, como cimento, areia, pregos, etc. Por outro lado, a etapa de acabamento é, normalmente, a etapa nas quais os itens consomem maior parte do valor disponível do orçamento. São eles os revestimentos, louças, portas, janelas e etc. 

Além de permitir a verificação fácil dos itens, a lista de materiais ajuda a organizar o cronograma de compras da obra. 

2) Faça o levantamento quantitativo 

O levantamento quantitativo é etapa fundamental para o orçamento da obra. É durante essa etapa que serão determinadas as quantidades de insumos necessários para a realização de cada um dos serviços previstos em obra. 

Essa etapa é fundamental para evitar compras em excesso e também compras com urgência. Para realizar esses cálculos com melhor assertividade, a dica aqui é contar com a ajuda de profissionais especializados. 

3) Monte um Cronograma de Compras 

Ter um cronograma de compras bem estruturado é fundamental para garantir que todos os itens da sua lista de materiais estejam no canteiro de obras no momento certo. Essa organização é importante pois ajuda a planejar o canteiro de obras para receber os materiais necessários, e também evita que os itens cheguem ao local da obra com muita antecedência.

Por exemplo: materiais de acabamento, como pisos e revestimentos, são mais delicados e precisam ser transportados e armazenados com bastante cautela para evitar perdas e danos. Da mesma forma, outros materiais básicos como cimento e areia precisam ser armazenados da forma correta para evitar que estraguem.

Outro ponto importante do cronograma de compras, é que ajuda também no planejamento financeiro da obra, pois permite que o gestor da obra realize previsões de desembolso. Isso evita que seja necessário interromper a obra por conta da ausência de recursos financeiros. 

Use a tecnologia a seu favor 

Se você chegou até aqui, então já percebeu que a quantidade de variáveis a ser considerada na hora de montar a lista de materiais é grande. Nesse sentido, o uso de tecnologias pode mudar completamente a produtividade e eficiência da sua obra! 

Com o uso de softwares especializados como o VEJA OBRA, é possível montar Cronogramas completos de obra de forma prática e assertiva, indicando todas as atividades e fases planejadas. 

Como todas as ferramentas são integradas em uma única interface, é possível realizar o levantamento quantitativo dos itens necessários de acordo com cada uma das atividades planejadas no cronograma de forma automática, incluindo também diferentes cotações e fornecedores. 

Ao final de todo o processo, o software consolida todos os itens da sua lista de materiais e as quantidades necessárias de cada um deles, o que confere maior facilidade e segurança a todo o processo de compra.  

Quer saber mais como a tecnologia pode revolucionar o canteiro de obras? Acesse agora o www.vejaobra.com.br e teste as nossas ferramentas grátis e na íntegra por 14 dias! 

0 visualização0 comentário