Os 4 Pilares Para Um Projeto Arquitetônico De Sucesso

Ao contrário do que muitos imaginam, entregar um projeto arquitetônico de sucesso não é uma tarefa simples. Além das várias horas de trabalho técnico, estudo de viabilidade, busca por referências, é preciso também lidar com as expectativas e vontades do cliente final – tudo isso sem falar na gestão do tempo e do custo do projeto.

No artigo de hoje você confere os 4 pilares fundamentais para que você consiga entregar um projeto arquitetônico de sucesso. Boa leitura!

O Que É Um Projeto?

Antes de mais nada, é importante definir o conceito de projeto. Um projeto é um evento único e planejado, que possui um objetivo claro e definido, com data pra começar e prazo para ser finalizado.

Quando um prazo for definido, ele precisa ser respeitado. Quando um orçamento for estipulado, o projeto precisa caber dentro deste orçamento. Afinal, os recursos físicos e financeiros empregados em um projeto são limitados!

Não se esqueça que, quando falamos de projetos arquitetônicos, estamos falando de investimentos financeiros importantes: muitas vezes, o seu cliente irá investir as economias de uma vida para executar aquela obra ou reforma.

É por isso que, desde o início, é preciso garantir uma comunicação muito clara entre o profissional e o cliente, certificando-se de que as expectativas do cliente sejam cumpridas ao final do processo. Afinal, você só terá um projeto arquitetônico de sucesso se o seu cliente estiver satisfeito!

1. Programa de Necessidade

Este deve ser o seu ponto de partida para entregar um projeto arquitetônico de sucesso! É nesse momento que você irá dedicar tempo para conhecer o seu cliente, entender quais as suas dores e anseios, quais os problemas que precisam ser solucionados, quais os sonhos e expectativas para o projeto.

Procure entender sobre os gostos e preferências do cliente, sobre a sua rotina, sobre hobbies e passatempos – tudo isso é fundamental para que você consiga traçar um caminho coerente para o projeto a ser executado.

2. Funcionalidade

Tudo na arquitetura tem uma função e nada é por acaso! Nessa etapa do projeto, você deverá pensar sobre cada um dos elementos que irá compor o projeto, levando sempre em consideração todas as informações coletadas na etapa anterior.

Pense com cuidado na localização de cada um dos elementos selecionados, nas suas quantidades e, claro, na função em si.

3. Estética

Agora que você já entendeu quais as necessidades do seu cliente, e já bolou uma solução para tornar o ambiente funcional, é hora de trazer o seu toque de estética!

Nesse momento, as referências visuais são fator fundamental para que você consiga criar um projeto arquitetônico de sucesso. Ou seja, que tenha a cara do seu cliente.

Uma boa dica é dedicar tempo para entender qual o estilo do seu cliente, as cores e materiais de sua preferência, e qual o seu gosto quando o assunto é arquitetura!

Use e abuse de referências visuais para evitar qualquer problema de comunicação. Afinal, o que é moderno para o seu cliente, pode não ser moderno para você. Lembre-se: o seu cliente não tem a obrigação de conhecer todos os estilos arquitetônicos e suas particularidades. 

4. Orçamento

Tão importante quanto desenvolver aquele projeto perfeito para as necessidades do cliente, é ter a certeza de que ele seja compatível com o bolso e com a realidade do cliente. Por isso, o quarto pilar do qual falaremos hoje é o orçamento!

Construir e reformar são decisões financeiras importantes, e grande parte das preocupações do seu cliente com relação a execução do projeto, serão referentes ao custo da obra. Sendo assim, é importante entender qual o valor disponível para investimento desde o primeiro contato com o seu cliente, e claro, trabalhar dentro dos limites estipulados.

Sem a informação do orçamento disponível para obra, é praticamente impossível entregar um projeto arquitetônico de sucesso! 

Conclusão

Lembre-se: o seu papel como profissional não é apenas criar um projeto bonito, e sim criar um projeto que ajude o cliente com as suas necessidades, que seja capaz de encantá-lo com cada detalhe, que tenha a cara do cliente e, principalmente, que caiba em seu bolso!

Curtiu essas dicas? Então não deixa de seguir o @vejaobra nas redes sociais para conferir mais dicas como essa!

0 visualização0 comentário