Arquiteto: Como Você Pode Economizar Tempo e Dinheiro Na Obra

Se você é um profissional da construção civil, então já está cansado de saber que no Brasil, “obras” e “dor de cabeça” são sinônimos no vocabulário da população. No entanto, não precisa ser sempre assim!

É mais do que possível realizar um projeto de reforma ou repaginação do ambiente sem que haja grandes imprevistos e atrasos. O grande segredo para economizar tempo e dinheiro na obra está no gerenciamento de obras.

Sem o planejamento e controle da execução de tudo aquilo que deverá ser realizado, é impossível entregar uma obra que cumpra com o prazo, orçamento estipulado e qualidade esperada pelo cliente. Confira neste artigo as nossas melhores dicas!

Gerenciamento Das Expectativas

Construir e reformar são decisões financeiras importantes: pense que para o seu cliente você é o responsável por realizar um sonho!

Acontece que, no geral, a partir do momento em que o projeto é aprovado, o que resta para o cliente é a ansiedade da espera. E essa ansiedade pode ser acompanhada de insatisfação com o cronograma, com a falta de informações ou até mesmo com o resultado da obra frente às expectativas criadas. 

Às vezes essa espera pode chegar a levar meses: enquanto algumas mudanças estratégicas no ambiente feitas através de uma consultoria de projeto podem levar até um mês, obras mais complexas podem levar de 4 a 8 meses para serem executadas. 

Quanto mais longa a obra, maior a preocupação do cliente em economizar tempo e dinheiro na obra. Mas com essas dicas básicas, é possível evitar dores de cabeça no canteiro de obras!

Cronograma de obras 

É claro que, se a ideia é economizar tempo e dinheiro na obra, é imprescindível que você dedique tempo a etapa de planejamento da mesma. Isso quer dizer que você precisa criar um cronograma que seja sustentável e assertivo. 

Um cronograma de obra organizado é aquele que permite que o gestor tenha maior controle sobre os prazos das atividades planejadas e de todo o processo de obra.

Lembre-se: o prazo da obra está diretamente relacionado aos níveis de satisfação do seu cliente. Portanto, se essa é uma grande preocupação para o seu cliente, deve ser também a dos gestores.

A dica aqui é começar fazendo o levantamento de todas as atividades necessárias para tirar o projeto do papel e colocá-las em uma ordem cronológica. 

Em seguida, você deverá estimar o tempo de execução necessário para executar cada uma delas (não esqueça de considerar uma margem de erro, assim você sempre terá fôlego para contornar qualquer possível imprevisto no canteiro de obras). 

Para te ajudar na etapa de orçamento, você pode aproveitar a etapa do cronograma preliminar para identificar a mão de obra necessária para a execução de cada uma das etapas planejadas. 

Controle de Custos 

Se você quer ter sucesso na relação com o cliente, então precisa se dedicar a fazer um controle assertivo dos custos da obra. 

No entanto, realizar a estimativa dos custos da obra não é tarefa simples: esquecer algum item ou subestimar os valores que serão gastos pode representar grandes dores de cabeça ao final do processo.

Por isso, se a ideia é economizar tempo e dinheiro na obra, o primeiro passo é fazer o levantamento dos insumos e suas quantidades necessárias para executar cada uma das atividades previstas no Cronograma.

Em seguida, você deve fazer a cotação de cada um dos insumos identificados, não esquecendo de considerar também os custos com mão de obra! Considere também os eventuais custos com o aluguel de ferramentas e equipamentos. 

Com tudo isso em mãos, é hora de criar uma lista final de aquisições e ir às compras! Lembre-se de é preciso planejar não só as atividades no canteiro de obras, mas também a entrega dos insumos necessários para a sua execução. 

Por fim, vale o lembrete de que o orçamento não foi feito para ficar na gaveta! Sendo assim, é importante fazer o seu acompanhamento com frequência para verificar se a obra segue como o planejado!

Dicas Práticas Para Economizar Tempo e Dinheiro Na Obra

Agora sim, vamos às dicas práticas de como você pode economizar tempo e dinheiro na obra! É claro que todas essas dicas devem levar em consideração as necessidades e desejos do seu cliente, sempre buscando oferecer o melhor serviço possível. 

Fuja Das demolições 

De certo que obras que exigem demolição são as que possuem maiores chances de gerar imprevistos. Afinal, quando se decide por derrubar paredes ou mudar a disposição dos ambientes, existe o risco de encontrar tubulações indesejadas no meio do caminho, por exemplo. 

Quadro Elétrico e Pontos Hidráulicas

Se a ideia é economizar tempo e dinheiro, então o ideal é evitar mexer em tubulações e encanamentos, e também no quadro elétrico. Normalmente, esse tipo de reforma costuma encarecer o custo da obra, pois abre espaço para imprevistos no canteiro de obras

Por exemplo, em uma reforma de banheiro, mudar o vaso sanitário de lugar é um movimento complexo: além dos riscos com a tubulação (principalmente em apartamentos), é necessário realizar acabamentos capazes de mascarar as mudanças realizadas – e isso tem um custo!

Já quando pensamos no quadro elétrico, a dica é evitar mexer se o objetivo é fazer uma obra rápida, assim o seu cliente economiza tempo e dinheiro. Isso tudo, é claro, se não houver nenhum risco de segurança!

Vale lembrar também que, em imóveis muito antigos, é importante verificar os pontos elétricos e hidráulicos. Muitas vezes, é hora de fazer a troca dos materiais e, nesses casos, é melhor aproveitar uma reforma mais complexa para já realizar esses serviços!

Foco no Acabamento  

Ao contrário do que muitos acreditam, não é preciso grandes reformas para mudar as sensações de um ambiente por completo – e é seu papel como profissional mostrar isso para o cliente! 

Com o bom uso de acabamentos diferenciados como papel de parede, pintura e aplicação de texturas é possível transformar o ambiente. O melhor é que além de serem uma opção prática, de forma a evitar imprevistos e dores de cabeça, essas soluções são ótimas para quem quer economizar tempo e dinheiro na obra.

O mesmo serve para o uso de cortinas, almofadas novas e até o uso de vasos de planta no ambiente. Eles são uma forma de mudar a atmosfera do ambiente, sem que seja necessário investir grandes quantias de dinheiro e tempo. 

Use Um Software De Gestão

Fazer a gestão de uma obra é um desafio, não importa se estamos falando da reforma de um único ambiente ou de uma obra grande. Nesse sentido, buscar formas de automatizar os processos de gestão da obra pode ser uma mão na roda.

A verdade é que muitos fatores podem impedir que você alcance os resultados esperados – como o surgimento de imprevistos, retrabalhos, problemas com mão de obra, e por aí vai. 

É por isso que o uso de tecnologias no canteiro de obras tem se tornado prática cada vez mais comum no mercado da construção civil, podendo ser um ótimo aliado na hora de realizar o planejamento, acompanhamento e controle da obra. 

Além disso, são uma ótima forma de economizar tempo e dinheiro na obra, pois com as tecnologias em nuvem, é possível compartilhar as informações da obra com todos os colaboradores de obra de qualquer lugar! 

Isso inclui informações de orçamento, de cronograma de obras, e até mesmo de possíveis ocorrências e imprevistos no canteiro de obras. Dessa forma, você evita problemas de comunicação entre os colaboradores de obra, ao mesmo tempo em que promove agilidade e eficiência entre as diferentes áreas da empresa, reduzindo a probabilidade de falhas.

Ainda não conhece o VEJA OBRA? Acesse o www.vejaobra.com.br para conhecer mais das nossas ferramentas e testar grátis por 14 dias! 

0 visualização0 comentário